Um Pouco Sobre Ritápolis


Como surgiu a cidade de Ritápolis?

Muitas pesquisas nos remetem a uma única versão, Mas sua origem vai além de algo simplificado. os antigos que o dizem! Existem fatos, lendas, que só quem viveu naquela época ou quem teve contato com pessoas daquele tempo, é quem sabe contar o que sabe. Particularmente, já tentei descobrir inúmeros fatos ocorridos naquela época, mas é bastante complicado, esperar que alguém possa disponibilizar desse tempo ou simplesmente que queira dividir um pouco do passado. Ritápolis é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2004 era de 5.254 habitantes.

Mas, até onde sei e vejo, a cidade passou a ter um número maior, do que uma simples pesquisa. Muitas pessoas de outros estados se mudaram pra cidade e com isso a população foi aumentando. Pensei que fosse contrabalancear, com aqueles que migraram da cidade para outros estados em busca de trabalho diferenciado, mas isso não aconteceu.

A cidade teve suas origens no século XVIII como vila de abastecimento agropecuário. A Vila de Santa Rita do Rio Abaixo, como era chamada, foi fundada por tropeiros em 1836 e emancipada em 30 de Dezembro de 1962. A primeira referência documentada da antiga Santa Rita do Rio Abaixo consta na certidão de batismo de Domingos da Silva Xavier, irmão mais velho de Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes), ocorrido em 25 de Junho de 1738.

A vila nasceu no início da construção da capela por volta de 1713 que, apesar de descaracterizada devido a um acréscimo frontal ocorrido em 1918, está preservada até hoje. Atualmente o local é denominado Praça Tiradentes em homenagem a seu filho maior. Já recebeu o nome de Largo e Arraial.

Os séculos de história deixaram alguns exemplares de arquitetura em pedra, pau-a-pique, abobe e tijolos. A praça estende-se pela rua Santa Rita até o largo do Rosário que, por sua vez, estende-se até o cemitério, numa altitude que varia entre 1000 e 1100 metros. Deste local tem-se uma bela vista, na qual pode-se avistar a Serra de São José e a Serra do Lenheiro, além das montanhas que envolvem as cidades de Resende Costa e Conceição da Barra de Minas.

Emancipada em 1962, Ritápolis tem como padroeira Santa Rita de Cássia, cuja festa comemora-se no dia 22 de maio. A cidade possui o Santuário Diocesano de Santa Rita de Cássia, local de grande peregrinação de romeiros, principalmente em maio. Principais festas: Carnaval de rua com os tradicionais “Bloco do Terror” e “Enterro do Zé Pereira”; Festa de Santa Rita de Cássia; Exposição Agropecuária; Arraial dos Gabirobas.As denominações anteriores da cidade foram: Ibitutinga e Santa Rita do Rio Abaixo.

Localização

A cidade tem uma população de aproximadamente 6.500 habitantes e localiza-se a noroeste de São João Del Rei/MG com uma distantância de 14Kms da mesma. Em relação a Belo Horizonte são 200Kms. Fica a 60Kms da Rodovia Fernão Dias (BR 381) e a 114 Kms da BR 040. Mas

quando falamos em tempo, Ritápolis fica aproximadamente 30 minutos de são João del Rei. Caminho feito por estradas asfaltadas e onde corta o rio das mortes de uma região para outra.
Clima, Relevo e Vegetação

A cidade tem altitudes que variam de 960 (Foz do ribeirão dos Pilões) a 1296 (serra do Valentim) metros. E temperatura média anual de 20°C. A orografia local é constituída por planaltos, levemente ondulados e cortada por algumas elevações com ampla visibilidade, tais como o Morro Grande, a Serra da Carioca e a Serra dos Quatro Vinténs, todos próximos do núcleo urbano. Mas esses lugares, apenas os moradores conhecem de forma exata como se locomover e até onde podem ir.

A vegetação é uma transição entre a Mata Atlântica e o Cerrado.

O que confere um alto grau de endemicidade florística, onde podem ser facilmente perceptiveis mosáicos vegetacionais, com formações tipicamente de cerrados (cerradão) e partes de mata atlântica (Floresta Estacional Semidecidual Montana).  Quem conhece fica deslumbrado com a quantidade de verde, as formas mais diversificadas de montanhas. È simplesmente uma terapia poder usufruir de tamanha tranquilidade nessa região. E ao mesmo tempo, poder sentir o sabor das frutas do campo, como a gabiroba e o araçá. Que em determinadas

épocas sugem naturalmente no campo.

Economia

Além das atividades agropecuárias de origem, seu passado recente foi marcado pela extração mineral de cassiterita, tantalita, manganês, etc. Hoje se destaca pela produção leiteira com uma indústria de laticínios, alguns fabricantes de aguardente, agricultura de subsistência, comércio e pequenas marcenarias de esquadrias e mobiliários. Como todas as cidades pequenas, com Ritápolis não é diferente. Muitas pessoas acabam saindo da cidade para os grandes centros urbanos, em busca de

trabalho. E os que ficam na cidade, acabam fazendo algo sem muita escolha.

Os homens do campo, continuam no campo, artesãos vendem o que produzem, as pessoas de poucas condições financeiras vivem de uma maneira simples, e acabam usando a criatividade para poderem aumentar sua renda. O comércio é pequeno, mas contribui com fonte de trabalho para poucos, enquanto muitos procuram emprego na cidade vizinha de São João del Rei, que além de próxima é bastante acolhedora.

Cultura e sociedade

Dispersa em seu núcleo urbano, a cidade caracteriza-se por três bairros separados envoltos em um grande espaço vazio verde. Constitui-se do centro como origem, do Espigão se este

ndendo até Goiabas a oeste, sendo mais populoso e da Várzea ao sul, caracterizando como acesso principal à cidade.

Mas  geograficamente, entramos na cidade pela Várzea, que nos dá acesso ao Espigão e ao chamado arraial, que é onde fica localizada a Igreja de Santa Rita de Cássia (matriz). No centro encontramos o conjunto arquitetônico bastante expressivo, incluindo a matriz, a igreja do Rosário, a prefeitura da cidade, a Casa Grande, o cine-teatro, a sede musical e vários exemplares residenciais. Vista como uma cidade, o que chama mais atenção é a baixa densidade demográfica e a cara quase rural e bucólica, onde na paisagem urbana o verde predomina.

Além da beleza natural que inclui rios, cachoeiras, montanhas e reservas florestais, Ritápolis possui as ruínas da fazenda do Pombal.

Possui ainda o balneário do Jaburu, o hotel fazenda Cachoeira e uma forte vocação festiva, religiosa, culinária e artesanal.

A cidade oferece lugares lindos e tranquilos para quem ainda não teve a oportunidade de visitá-la. sem falar que ainda tem a oportunidade de visitar outros lugares próximos como são João Del Rei, Tiradentes,Resende Costa, Prainha  e demais regiões que ficam poucos minuto

s de Ritápolis.

Turismo Rural

Em terras ritapolitanas nasceu e foi batizado Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. A Fazenda do Pombal, pertencente aos pais de Tiradentes, se encontra hoje no município de Ritápolis, mas na época de seu nascimento era alvo de disputas entre as vilas de São João del-Rei e São José do Rio das Mortes. A cidade faz parte da rota da Estrada Real , Circuito Trilha dos Inconfidentes. Ritápolis é rica em cursos d’água com belos ribeirões e cachoeiras, fator que condicionou as origens pelas atividades agrícolas e pecuárias. Além disto apresenta fazendas do século XVIII e XIX, dentre elas a Fazenda do Pombal onde nasceu Tiradentes que é considerada patrimônio histórico nacional. E que  hoje em dia  pode ser visitada por todos. A fazenda possui resquícios da antiguidade, com muros ainda feito na época dos escravos, senzala e bastante vestígio que nos remete a tempos remotos.

Eventos permanentes

Exposição Agropecuária; Realizada sempre na terceira semana de julho no Parque de Exposições Agropecuário Miguel Arcanjo de Almeida.  Essa festa consiste em rodeios, desfiles de animais de raças.  Tudo com muita música e shows de vários artistas. Essa festa conta com apoio da população, os fãs do peão de rodeio, assistem aos números feito com peões em montaria de animais. Há leilões de gado, comidas típicas da região, bandas da região e muitos artistas famosos. È sem dúvida uma grande festa e uma oportunidade enorme de estar conhecendo a cidade.

Festa de Santa Rita de Cássia

A festa de santa Rita de Cássia, cuja padroeira, acontece anualmente em 22 de maio. Onde há uma preparação de uma semana antes, com novenas, missas e adorações a padroeira. No dia 22 de maio, os devotos enfeitam as ruas para a grande procissão luminosa que é encerrada com a queima de fogos. Quem pode presenciar, sabe que se trata de uma celebração que emociona!

Temos a comemoração do carnaval com blocos de rua e bastante folia.  A Semana Santa ,  Festa do Ritapolitano Ausente e o Arraial  dos Gabirobas.
Aniversário da Cidade 1º de março
Dia de Tiradentes – 22 de abril

Sobre ritapolis

www.ritapolis.com
Esse post foi publicado em Cidades Mineiras, Ritápolis. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s