Floresta Nacional de Ritápolis


Em Ritápolis, encontra-se esta floresta, na qual ainda não tive a oportunidade de conhecer. Por isso, as informações abaixo, são apenas de algumas pesquisas. Caso alguém saiba alguma coisa a respeito e deseje acrescentar, será muito bem vindo. Acredito que essa floresta, deva fazer parte de alguma história que desconhecemos e a forma com que passou a ser considerada patrimônio de Ritápolis, não deve se restingir apenas em poucas linhas.

Superfície: 89 hectares.

Uma das Unidades de Conservação do Ibama pertencia à antiga Fazenda do Pombal, que o Ibama está cuidando.

A Fazenda do Pombal foi onde nasceu o Alferes Joaquim José da Silva Xavier (Tiradentes) e onde se encontram ruínas do engenho. Possui viveiro de plantas com vendas de mudas, mel, própolis, caminha ecológica com guia e casa de hóspede.

A Floresta Nacional de Ritápolis situa-se numa área de transição entre as regiões mineiras da Zona da Mata, Sul de Minas e Centro-Oeste, e sua composição vegetal inclui amostras da mata atlântica e do cerrado, além de campos limpos, matas ciliares e campos rupestres – o que oferece farto material a estudiosos da flora e da fauna.

As pesquisas ocorrem através de acordos de cooperação técnica firmados com universidades e outras instituições.

Produção de Mudas

O viveiro florestal tem um estoque de cerca de 70 mil mudas, de quase 400 diferentes espécies – em sua maioria nativas da região. As mudas são vendidas a preços acessíveis, visando essencialmente a recuperação de áreas degradadas e evidenciando a exploração de produtos não-madeireiros como uma atividade sustentável que pode ser mantida em determinadas Unidades de Conservação. Plantas ornamentais também são produzidas, para arborização urbana em cidades que mantêm com a Flona acordos de cooperação mútua.

Preservação da Natureza

Com a maior parte de sua área coberta por vegetação natural, a Flona de Ritápolis tem na proteção da flora, da fauna e dos mananciais hídricos um de seus principais objetivos. Diversas espécies de mamíferos (algumas ameaçadas de extinção) vivem na mata, nativa, tais como tatus, raposas, tamanduás, capivaras, lontras e lobos-guarás. Maritacas, jacus e tucanos, entre outras aves, são vistos com freqüência.

Sobre ritapolis

www.ritapolis.com
Esse post foi publicado em Ritápolis. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s